Escolha uma Página

RELEASE (Gabriel Daher)

Após provar seu prestígio como guitarrista tocando ao lado de artistas, como Emicida, Natiruts, Fernanda Takai, Fióti, Arrigo Barnabé, Paulo Miklos e outros, a paulista Mônica Agena assume o papel de vocalista em sua banda Moxine ao lado da baixista Fabiana Lugli. Nos shows, as meninas contam com a participação do baterista Thiago Costa (Babalu) e do guitarrista Eric Matern.

Inspiradas por Patti Smith, Joan Jett, Rita Lee e Garbage, Mônica e Fabiana reafirmam o espaço das mulheres no cenário alternativo e são consideradas uma sensação indie que dialoga com o pop radiofônico que circula o globo.

Sua estreia, em 2009, aconteceu com o lançamento do EP “Electric Kiss”, que reúne quatro faixas de um ensolarado dance rock, característica que marca o espírito do Moxine. A boa recepção ao EP rendeu à banda convites para se apresentar nos festivais internacionais Liverpool Sound City (Inglaterra) e SxSW (EUA), passando também por grandes festivais nacionais, como Se Rasgum (Belém/PA), Tendencies Rock (Palmas/TO) e MADA (Natal/RN).

Em 2016 o single  “Marlon”  chegou ao topo da lista “Viral 50 Brazil” no Spotify, sendo uma das faixas mais compartilhadas da plataforma.

Atualmente Moxine prepara o lançamento do seu segundo álbum.

RELEASE (Eric Moore)

Moxine is a disco rock shake-your-ass in the garage band from São Paulo. With sick guitar riffs and a voluptuous voice, the lead singer and guitarist Monica Agena, along with her partner, Fabiana Lugli (bass), have been tearing up the underground scene of Brazil over the past years. The duo fuses today’s modern dance rock sound with a fierce sense of melody and savory rhythms.

The band came on the scene in 2009 with the release of their debut EP “Electric Kiss”. With only 4 very unique tracks, the trio fused the danceable beats of modern rock with melodies reminiscent of North American pop.
“Good Choice” is a perfect example of their panache.

The EP caught the attention of some influential folks, and shortly thereafter, the band began a string of shows – from the alternative circuit in São Paulo to a variety of international festivals such as SXSW and Liverpool Sound City.